Histórico

Diretoria

Infra-Estrutura

News

Biblioteca

Papo de Hangar

SIPB

Links

Panorâmicos

Vídeos

Aventuras

Crônicas

Eventos

site elaborado para resolução de monitor igual ou maior que 1200x800pxs - exibição de fonte em tamanho médio - com janelas 'pop-up' desbloqueadas

foto1: Cmte. Murilo Menezes
foto2: Cmte. Benedicto Vasconcellos

2019 - 26 ANOS de atividades Aerodesportivas    Mais de 11 anos no DIA-A-DIA da INTERNET

pagina atualizada em:  14/02/2019 - 14:13:54


Fim de tarde no CAVU... quando os pássaros retornam aos seus ninhos, mesmo "aqueles que não batem asas".

É no fim da tarde, sobre o mar azul, que sentimos o dominante prazer de sermos um pássaro com a liberdade de voar.

COMUNICADO ANAC

PORTARIA Nº 204/SPO, de 22 de JANEIRO DE 2019

Credencia a Associação Brasileira de Pilotos de Aeronaves Leves segundo o disposto no RBAC nº 183.

O GERENTE DE OPERAÇÕES DA AVIAÇÃO GERAL SUBSTITUTO, no uso das atribuições que lhe o item 4.3.2.1(a)(i) do Manual de Cargos e Funções MCF-0001/SPO, Revisão E, aprovado pela Portaria no 2.710/SPO, de 29 de agosto de 2018, tendo em vista o disposto no Regulamento Brasileiro da Aviação Civil - RBAC no 183, e nas Leis nos 7.565, de 19 de dezembro de 1986, e Lei no 9.784, de 29 de janeiro de 1999, e considerando o que consta do processo no 00065.050086/2018-02,

RESOLVE:
Art. 1o Credenciar a associação aerodesportiva ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PILOTOS DE AERONAVES LEVES, CNPJ no 28.672.673/0001-07, com sede à Av. Presidente Vargas, 962 - Salas 1002, 1003 e 1004, no Rio de Janeiro (RJ), nos termos do Regulamento Brasileiro da Aviação Civil - RBAC no 183, para o exercício das prerrogativas abaixo listadas:

I - realizar exames de saúde periciais para obtenção de um CMA de 4a Classe emitido segundo o RBAC no 67;
II - aplicar exames teóricos em pilotos para concessão, revalidação ou convalidação do Certificado de Piloto Aerodesportivo - CPA previsto no RBAC no 61;
III - aplicar exames teóricos em pilotos para concessão, revalidação ou convalidação do Certificado de Instrutor de Piloto Aerodesportivo - ICPA previsto no RBAC no 61;
IV - aplicar exames de proficiência em pilotos para concessão, revalidação ou convalidação do Certificado de Piloto Aerodesportivo - CPA previsto no RBAC no 61;
V - aplicar exames de proficiência em pilotos para concessão, revalidação ou convalidação do Certificado de Instrutor de Piloto Aerodesportivo - ICPA previsto no RBAC no 61;
VI - efetuar o cadastro junto à ANAC dos aerodesportistas regidos pelo RBAC no 103; e VII - efetuar o cadastro junto à ANAC das aeronaves ultraleves motorizadas e/ou balões livres tripulados regidos pelo RBAC no 103.

Art. 2o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Joel Sebastião Maia Júnior

Publicado no Diário Oficial da União de 25 de janeiro de 2019, Seção 1, página 16.

GEPEA

O que é isto???

 

A ABUL foi convidada a participar do GEPEA e aceitou , por julgar que este Grupo de Trabalho criado no âmbito do DECEA vem redimir o Órgão responsável pelo Controle do Tráfego Aéreo das aeronaves civis no Brasil, que sempre dialogou com a comunidade aeronáutica no Brasil, mas de uma maneira menos formal.

O GEPEA -Grupo de Estudos sobre Planejamento do Espaço Aéreo, é um GT que reúne vários segmentos da aviação civil, representados pelas Entidades Nacionais ( Associações, Confederações, Sindicatos, etc.), Representantes da ANAC e do próprio DECEA e se propõe a receber sugestões de medidas que visem melhorar a circulação aérea sem prejuízo da Segurança do Espaço Aéreo e da proteção ambiental, analisar estas sugestões e, se houver o consenso, propô-las ao DECEA.

Entramos num GT que já estava trabalhando, mas com um número menor de participante s. As duas entidades que, inicialmente, sugeriram ao DECEA este GT eram ligadas à Aviação Regular. Foram ela a IATA -International Air transport Association cujo Representante no Brasil tem grande participação e a ABEAR que representa as empresas aéreas de Aviação Regular, cujo representante também tem grande participação.

Entramos, como disse, num GT já em andamento. Na reunião desta segunda etapa ( GPEA2) estavam representantes da IATA, ABEAR, ABRAPHE( representando os Pilotos de Helicóptero), AOPA BR( representando os Pilotos e Proprietários de aeronaves), a ABRAPAC( representando os Pilotos da Aviação Civil), ABUL e SNETA.

Nesta reunião, foram apresentados os Representantes das entidades que participam, assinamos um Termo de compromisso, depois de uma explicação dos objetivos do GEPEA...Ficou bem claro que este GT não é DO DECEA, mas DA COMUNIDADE de Aviação Civil que utiliza o Espaço Aéreo que é gerenciado pelo DECEA.

O encontro f oi aberto pelo Ten. Brig. Domingues, Diretor Geral do DECEA e pelo Brig. Bertolino, Chefe do SDOP.

No final da manha serviram um coquetel/almoço e a tarde tivemos uma reunião do GEPEA, na qual definimos alguns parâmetros como, por exemplo, no caso de não haver 100% de aprovação de um tema em discussão, será feita uma votação entre os presentes. Se a maioria simples aprovar, será encaminhada a proposta ao DECEA ( anteriormente uma proposta só era apresentada se houvesse unanimidade na aprovação). Esta modificação foi defendida pela ABUL com veemência...pois a julgamos mais democrática. Mesmo que os representantes dos órgãos oficiais ( ANAC e DECEA) sejam contra, a maioria decidirá.

Foram marcadas as duas reuniões do GEPEA para 2019. Parece pouco mas decidimos também trabalhar pela internet, tanto na apresentação de sugestões de modificações quanto na sua discussão. 

O GEPEA tem três subgrupos e cada subgrupo poderá criar "N" grupos ADHOC ( grupos temporários criados com uma finalidade específica).

Os três subgrupos destinam-se a estudar áreas diferentes do DECEA...o SG #1 tratará da Utilização do Espaço Aéreo, o SG #2 cuidará da PAN OPS e o SG #3 cuidará do meio ambiente.

Cada participante que quiser submeter ao estudo do GEPEA um assunto, preencherá um formulário que será analisado por todos. Se houver necessidade de um estudo mais detalhado, os membros do GEPEA que tic=verem interesse no assunto, dentro do SG que trata daquele assunto, poderá estabelecer quais são os estudos necessários para o caso e, se necessário um estudo mais aprofundado, criar um grupo ad hoc.

Aos filiados da ABUL, além de dar ciência deste importante projeto do DECEA, gostaria de receber a indicação de quais são os problemas do uso do Espaço Aéreo que afligem nossa Aviação Leve e suas sugestões para mudança, para que eu leve ao GEPEA como item para ser discutido.

Inicialmente o DECEA havia segmentado a av iação civil segundo os RBACs que seguem. Assim estavam: RBAC 121 ( aviação regular) RBAC 135 ( Táxi Aéreo, RBAC 129 ( empresas estrangeiras).

Ponderamos que, sob o RBAC 91 havia uma grande diversidade de operações ...cada uma com suas necessidades específicas, e que estavam representadas no GEPEA pela ABAG, ABUL e AOPA BR. Eles já sabiam disto, tanto é que haviam convocado esta três entidades para fazer parte do GEPEA.

A ABUL ponderou que, o DECEA está "tolhendo" a atividade da Aviação Leve, além de criar riscos ao voo VFR das mesmas, ao obriga-las a voar nos Corredores Visuais que, por estarem no Espaço G não são controlados. ...concentram, num corredor , uma quantidade enorme de aeronaves que devem manter sua separação de outros tráfegos apenas na observação visual.

A esta ponderação responderam que , a partir de agora, compete aos representantes das aviações que sofrem com este problema, trazer à discussão pelo GEPEA.

Sei que muitos dos filiados da ABUL e da AOPA BR já levantaram este problema e peço-lhes que ajudem suas entidades a defender nossa aviação Leve, voluntariando-se a nos ajudar.

Meu endereço é albrecht@helistar.com.br . Enviem seus nomes e endereços que eu os listarei num "grupo de apoio e os colocarei a par de todos os assuntos que forem tratados no GEPEA.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

G. Albrecht


CAVU
Clube de Aviação Desportiva

- Assembléia Geral Ordinária -
 Realizada no Sábado, dia 08/12/2018 às 16 horas

Os Sócios Proprietários do CAVU – Clube de Aviação Desportiva compareceram à Assembléia Geral Ordinária realizada na sede do Clube, localizada na MA-203 Rodovia Araçagi/Raposa, na margem direita do Km 11 – 700m – Itapel, Raposa-MA, dia 08/12/2018 - sábado, em segunda convocação, às 18 horas, deliberando a:

1. Realização da Eleição da Diretoria e Conselho Fiscal para o Biênio 2019/2020
2. Apresentação e Aprovação da Prestação de Contas do Exercício de 2018;
3. Apresentação e Aprovação do Relatório da Diretoria sobre o ano de 2018;
4. Apresentação e Aprovação da Proposta de Trabalho para 2019.

Raposa, 08 de dezembro de 2018

Raimundo Florêncio Pinheiro

Presidente

Diretoria ELEITA Para o Biênio 2019/2020

DIRETORES


Presidente
Raimundo F. Pinheiro


Vice-Presidente
Benedicto Vasconcelos


Diretor Financeiro
José Eimar Serra


Diretor
de Operações
Antônio Guimarães


Diretor Social

Cláudio Fontenele


Diretor de Patrimônio
Olindo Castro

Conselho Fiscal

TITULARES


Welício Silva


Benedicto
Vasconcelos


Geraldo Brasil

 

GEPEA

O que é isto???

 

A ABUL foi convidada a participar do GEPEA e aceitou , por julgar que este Grupo de Trabalho criado no âmbito do DECEA vem redimir o Órgão responsável pelo Controle do Tráfego Aéreo das aeronaves civis no Brasil, que sempre dialogou com a comunidade aeronáutica no Brasil, mas de uma maneira menos formal.

O GEPEA -Grupo de Estudos sobre Planejamento do Espaço Aéreo, é um GT que reúne vários segmentos da aviação civil, representados pelas Entidades Nacionais ( Associações, Confederações, Sindicatos, etc.), Representantes da ANAC e do próprio DECEA e se propõe a receber sugestões de medidas que visem melhorar a circulação aérea sem prejuízo da Segurança do Espaço Aéreo e da proteção ambiental, analisar estas sugestões e, se houver o consenso, propô-las ao DECEA.

Entramos num GT que já estava trabalhando, mas com um número menor de participante s. As duas entidades que, inicialmente, sugeriram ao DECEA este GT eram ligadas à Aviação Regular. Foram ela a IATA -International Air transport Association cujo Representante no Brasil tem grande participação e a ABEAR que representa as empresas aéreas de Aviação Regular, cujo representante também tem grande participação.

Entramos, como disse, num GT já em andamento. Na reunião desta segunda etapa ( GPEA2) estavam representantes da IATA, ABEAR, ABRAPHE( representando os Pilotos de Helicóptero), AOPA BR( representando os Pilotos e Proprietários de aeronaves), a ABRAPAC( representando os Pilotos da Aviação Civil), ABUL e SNETA.

Nesta reunião, foram apresentados os Representantes das entidades que participam, assinamos um Termo de compromisso, depois de uma explicação dos objetivos do GEPEA...Ficou bem claro que este GT não é DO DECEA, mas DA COMUNIDADE de Aviação Civil que utiliza o Espaço Aéreo que é gerenciado pelo DECEA.

O encontro f oi aberto pelo Ten. Brig. Domingues, Diretor Geral do DECEA e pelo Brig. Bertolino, Chefe do SDOP.

No final da manha serviram um coquetel/almoço e a tarde tivemos uma reunião do GEPEA, na qual definimos alguns parâmetros como, por exemplo, no caso de não haver 100% de aprovação de um tema em discussão, será feita uma votação entre os presentes. Se a maioria simples aprovar, será encaminhada a proposta ao DECEA ( anteriormente uma proposta só era apresentada se houvesse unanimidade na aprovação). Esta modificação foi defendida pela ABUL com veemência...pois a julgamos mais democrática. Mesmo que os representantes dos órgãos oficiais ( ANAC e DECEA) sejam contra, a maioria decidirá.

Foram marcadas as duas reuniões do GEPEA para 2019. Parece pouco mas decidimos também trabalhar pela internet, tanto na apresentação de sugestões de modificações quanto na sua discussão. 

O GEPEA tem três subgrupos e cada subgrupo poderá criar "N" grupos ADHOC ( grupos temporários criados com uma finalidade específica).

Os três subgrupos destinam-se a estudar áreas diferentes do DECEA...o SG #1 tratará da Utilização do Espaço Aéreo, o SG #2 cuidará da PAN OPS e o SG #3 cuidará do meio ambiente.

Cada participante que quiser submeter ao estudo do GEPEA um assunto, preencherá um formulário que será analisado por todos. Se houver necessidade de um estudo mais detalhado, os membros do GEPEA que tic=verem interesse no assunto, dentro do SG que trata daquele assunto, poderá estabelecer quais são os estudos necessários para o caso e, se necessário um estudo mais aprofundado, criar um grupo ad hoc.

Aos filiados da ABUL, além de dar ciência deste importante projeto do DECEA, gostaria de receber a indicação de quais são os problemas do uso do Espaço Aéreo que afligem nossa Aviação Leve e suas sugestões para mudança, para que eu leve ao GEPEA como item para ser discutido.

Inicialmente o DECEA havia segmentado a av iação civil segundo os RBACs que seguem. Assim estavam: RBAC 121 ( aviação regular) RBAC 135 ( Táxi Aéreo, RBAC 129 ( empresas estrangeiras).

Ponderamos que, sob o RBAC 91 havia uma grande diversidade de operações ...cada uma com suas necessidades específicas, e que estavam representadas no GEPEA pela ABAG, ABUL e AOPA BR. Eles já sabiam disto, tanto é que haviam convocado esta três entidades para fazer parte do GEPEA.

A ABUL ponderou que, o DECEA está "tolhendo" a atividade da Aviação Leve, além de criar riscos ao voo VFR das mesmas, ao obriga-las a voar nos Corredores Visuais que, por estarem no Espaço G não são controlados. ...concentram, num corredor , uma quantidade enorme de aeronaves que devem manter sua separação de outros tráfegos apenas na observação visual.

A esta ponderação responderam que , a partir de agora, compete aos representantes das aviações que sofrem com este problema, trazer à discussão pelo GEPEA.

Sei que muitos dos filiados da ABUL e da AOPA BR já levantaram este problema e peço-lhes que ajudem suas entidades a defender nossa aviação Leve, voluntariando-se a nos ajudar.

Meu endereço é albrecht@helistar.com.br . Enviem seus nomes e endereços que eu os listarei num "grupo de apoio e os colocarei a par de todos os assuntos que forem tratados no GEPEA.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

G. Albrecht

Aos fabricantes de ultraleves

A ABUL disponibilizará gratuitamente uma página do "Ultraleve NEWS" para divulgação das aeronaves ultraleves. A proposta é divulgar uma aeronave por edição publicada. A matéria poderá ser enviada por e-mail para o endereço: documentos@abul.com.br.

ABUL / ANAC

A fim de atender as determinações da ANAC, a ABUL informa que as provas das disciplinas teóricas aplicadas pelos seus representantes Regionais terão que ser aplicadas todas no mesmo dia, obedecendo o mesmo critério de aplicação das provas adotado pela própria ANAC.

Aos pilotos do CAVU,
Telefones disponíveis na sala AIS-SL, para os respectivos serviços:
(98) 4009.4312 para Planos de Vôos e atualizações por TELEFONE    (98) 3245.1553 para Planos de Vôos e atualizações apenas por FAX

Acesse o Serviço de Tarifas de Navegação Aérea no canal de comunicação do DECEA, pague suas dívidas e não seja impedido de decolar.
Publicada em 28/mai/2016

Canal de comunicação do DECEA permite o cadastramento dos operadores de aeronaves, para acesso e pagamento de suas tarifas incluindo as que estão em atraso. As tarifas do INFRAERO são separadas das do DECEA, e muitos operadores estão ficando com dividas, sem saber, e só descobrem quando operam em um aeródromo controlado e não podem decolar por essas dívidas, que o Infraero sabe que são referentes ao DECEA, mas por não ter acesso, fica impossibilitado de emitir qualquer documento que possibilite o referido pagamento. Veja em: Tarifas de Navegação Aérea - DECEA


Informações ABUL

Equivalências de Habilitações para vôos Ultraleves

A Gerência de Controle de Riscos Aeronáuticos - GCRA e Gerência Geral de Análise e Pesquisa da Segurança Operacional da Equipe DCERTA da ANAC, informa que a Superintendência de Padrões Operacionais – SPO, decidiu que será alterada a IS 061-004D incluindo algumas equivalências entre habilitações ICAO (MNTE/MLTE, etc...) com habilitações específicas para Aeronaves Ultraleves, e que foi disposto pela SPO que, interinamente, será seguida a tabela abaixo e, a partir deste momento, o Sistema DCERTA aceitará as seguintes habilitações como equivalentes para os efeitos de aceitação de FPL:

Habilitações de pilotos em...

MNTE / MLTE

MNTE / MLTE

MNAF /  MLAF

MNAF / MLAF

MNAF / MLAF

MNAF / MLAF

MNTE / MLTE

MNAF / MLAF

podem voar ultraleves com exigência...

UATE

UBTE

UAAF

UBAF

UAHD

UBHD

ULTK

UTKA

Recomendações da ABUL sobre os procedimentos para Habilitações Iniciais

A fim de evitar indeferimento dos processos de habilitação pela ANAC, devem ser observadas para as seguintes orientações:

1- O examinador não deve realizar exames de perícia de alunos de entidades com as quais tenha vínculo administrativo ou operacional.

2- O voo de cheque (piloto inicial) deverá ser realizado em aeronave agregada à escola a qual o aluno realizou o curso.

3- O aluno somente poderá ser submetido às provas teóricas após concluído o curso teórico em escola certificada pela ANAC.

4- O aluno somente poderá realizar o vôo de cheque (piloto inicial) após concluído o curso prático e ser aprovado nas provas teóricas.

5- A Ficha de Avaliação de Piloto – FAP, deverá ser preenchida frente e verso, e sem rasuras no preenchimento.

6- O examinador deverá especificar na FAP o nome completo do candidato e, no máximo, abreviar os sobrenomes intermediários.

7- Somente o presidente/diretor da escola ou curso é que poderá assinar a declaração de experiência.

8- No caso de aluno que pretende obter direto o CPR, o examinador deverá preencher também a FAP-CPD.

ANATEL:   Saiba [aqui] sobre a Taxa de Fiscalização dos equipamentos rádios das aeronaves.

Consulte a previsão do Tempo

Imperatriz   :|:   Santa Inês   :|:   Pinheiro   :|:   São Luís   :|:   Grajaú   :|:   Balsas   :|:   Caxias   :|:   + cidades

Consulte aqui, em tempo real, o movimento dos vôos comerciais pela tela da Infraero nos aeroportos.

"Tarifas DCEA"
Visualização e Impressão das Faturas relativas à cobrança das Tarifas de Navegação Aérea e dos Demonstrativos das Tarifas a cobrar por Cliente.

Veja aqui os 6 documentos que compóe as "Regras Operacionais do Aeródromo do Cavu"

Documentos obrigatórios, on-board na aeronave, para apresentação à fiscalização pertinente.

Veja os Vídeos


ANAC

Alerta sobre as providências para regularização das compras & vendas de aeronaves

Regulamentação Brasileira da Aviação Civil - RBAC/RBHA

Esclarecimentos sobre exigências do Seguro RETA

postado

onde

o que/link

 

16/mai/2017

Vídeos:

Aviões & Músicas - A melhor história da aviação de todos os tempos

Adm do site

04/out/2016

News:

Projeto "Wings for Science" em anfíbio Super Petrel, passa pelo CAVU, rumo a Caiena, na Guiana Francesa.

Adm do site

29/jul/2016

News:

O Clube de Ultraleves do Piauí - CULP, como designativo de aeródromo privado "SJPU".

Adm do site

23/jul/2016

News:

Concluída a obra do Anel Viário do CAVU atendendo a todos os hangares para acesso a pista de pouso.

Adm do site

24/jun/2016

News:

Comemoração dos festejos juninos de São João, proporciona um belo encontro dos associados do CAVU.

Adm do site

11/jun/2016

News:

Cmte. Felipe - Examinador de Vôo ABUL recebe, da Camara Municipal, o título de Cidadão de São Luís.

Adm do site

28/mai/2016

News:

Acesse o Serviço de Tarifas de Navegação Aérea no canal de comunicação do DECEA

DTCEA-SL

15/abr/2016

News:

Solenidade alusiva ao 67º Aniversário do DCEA

DTCEA-SL

30/mar/2016

News:

Convite para solenidade alusiva ao 67º Aniversário do DCEA

DTCEA-SL

24/fev/2016

Papo de Hangar:

Procedimento de troca de óleo do motor ROTAX 912 / HeliRotor

Adm do site

24/fev/2016

Papo de Hangar:

Como fazer inspeção nas velas do motor ROTAX 912 / HeliRotor

Adm do site

28/jan/2016

Papo de Hangar:

Você conhece a "Aviação Experimental"? - Uma abordagem da ANAC

Adm do site

27/jan/2016

News:

Proibição de ingressos de veículos em áreas internas operacionais do aeródromo do CAVU - SIPB

Adm do site

05/jan/2016

News:

Djalma e Newton concluem CBPM e aguardam credenciamento da ANAC para emissão de CMA

Adm do site

       

Click no "icone azul" abaixo, faça zoom deslocando com o botão esquerdo do mouse até a região de seu interesse. Você verá, em tempo real, todos os aviões que estão sobrevoando aquela região. O mapa é atualizado de 10 em 10 segundos. Clicando em um determinado avião, saberá detalhes de sua rota à esquerda da tela (a que companhia pertence, foto do aparelho, velocidade, altitude, aeroportos de saída).


radar de vôo

Reuniões da Diretoria - Todas as 5ª feiras - 19 horas
Dias tradicionais de encontro dos pilotos para os vôos: quintas, sábados, domingos e feriados, a partir das 15 horas
Atenção:  O clube fecha no primeiro dia útil de cada semana para folga dos seus funcionários.

Ilha de São Luís - (Município de Raposa) - Maranhão

 - CAVU -
Clube de Aviação Ultraleve
Sociedade Civil sem fins  lucrativos, inscrito no C.N.P.J./MF sob o nº 08.246.900/0001-25
Sede na Rodovia MA-203 - Estrada São Luís/Raposa, Km 11 - Distrito de Itapeu - Município de Raposa.
Região Metropolitana de São Luís, Capital do Estado do Maranhão

Reuniões da Diretoria - Todas as 5ª feiras - 19 horas
Dias tradicionais de encontro dos pilotos para os vôos: quintas, sábados, domingos e feriados, a partir das 15 horas
Atenção:  O clube fecha no primeiro dia útil de cada semana para folga dos seus funcionários.

CAVU, sigla de Clube de Aviação Ultraleve, também significa o mesmo que CAVOK, "teto e visibilidade OK".
São as siglas que os pilotos, em todo o mundo e em todas as línguas, usam para se referir as condições atmosféricas
e meteorológicas ideais para navegação aérea - céu azul, nenhuma nuvem - CAVU.

As informações contidas nestas páginas são fornecidas pela diretoria do CAVU: cavu@cavu.com.br

Observações sobre a qualidade e informações técnicas sobre o site, encaminhar para: sitecavu@cavu.com.br

Copyright by

Konsulty

(Assessoria Empresarial)

responsabilidade técnica de criação e manutenção:

murilo.konsulty@gmail.com

Site criado em 22.jul.2007

Desenvolvido e mantido gratuitamente, sem nenhuma reciprocidade, somente motivado pelo grande prazer de vivenciar o CAVU

 

SIPB
Coordenadas da pista: 02°26'30"S / 044°07'29"W
Pista: Cabeceira 08  -  400m/asfalto + 300 m/piçarra  -  Elevação 109 ft
Operação coordenação rádio (FCA): 123,45

Tel: (98) 9.9903.8322